Atividade física na gravidez

 

shutterstock 74298706-370x260

Atividade física na gravidez é recomendada por especialistas

Em geral, as atividades mais procuradas pelas gestantes estão relacionadas à caminhada, yoga e hidroginástica. Esta última, em especial, consegue proporcionar o alívio da pressão nas articulações dos membros inferiores, o auxílio do retorno venoso e do sistema linfático. Entretanto, uma gestante saudável e adepta da musculação (ou de outras atividades) pode continuar o seu treino tranquilamente desde que siga todas as orientações do professor e respeite os novos limites do corpo.

Prática segura melhora o condicionamento físico, a manutenção da postura e da diminuição dos problemas do sistema musculoesquelético, como dores nas costas e no quadril.

A gravidez é um momento especial da vida. Um período de transformações do corpo, mente e principalmente de doação e dedicação. Esta nova mamãe deve ter uma alimentação correta, seguir as orientações do médico e praticar atividade física para obter uma série de benefícios para ela e para o bebê.

Durante a gestação, o organismo materno passa por várias alterações metabólicas, físicas e emocionais. Cada mudança é necessária para que esta nova mãe consiga atender todas as demandas características do período gestacional, do parto e do período pós parto. Dentre as principais alterações, podemos destacar o aumento da liberação de estrógeno e de progesterona; alteração no tempo de reação e equilíbrio; alterações nos processos emocionais e cognitivos, como insônia e ansiedade e aumento das mamas, da frequência cardíaca e do volume de sangue.

Diante dessas características, a prática de uma atividade física agradável e segura pode trazer diversos benefícios através da melhora do condicionamento físico, da manutenção da postura e da diminuição dos problemas do sistema musculoesquelético, como dores nas costas e no quadril.

Em geral, as atividades mais procuradas pelas gestantes estão relacionadas à caminhada, yoga e hidroginástica. Esta última, em especial, consegue proporcionar o alívio da pressão nas articulações dos membros inferiores, o auxílio do retorno venoso e do sistema linfático. Entretanto, uma gestante saudável e adepta da musculação (ou de outras atividades) pode continuar o seu treino tranquilamente desde que siga todas as orientações do professor e respeite os novos limites do corpo.

O coordenador fitness da Bodytech, Igor Ravaiani, explica que, se a gestante não possuir qualquer restrição médica, o exercício é bem-vindo. Ele diz que a grávida deve passar por uma avaliação para identificar problemas como pressão alta e placenta baixa. Se não houver a ocorrência deles, é apropriado um mix de musculação e atividade aeróbica, como a caminhada.

Segundo a Associação de Ginecologistas e Obstetras de Minas Gerais (Sogimig), para iniciar uma atividade física sem complicações o ideal é que a gestante tenha o respaldo do próprio médico, de um fisioterapeuta, um educador físico e um nutricionista.

Matéria publicada no site O Tempo

Fonte notícia: http://www.educacaofisica.com.br/saude-bem-estar/atividade-fisica-na-gravidez-e-recomendada-por-especialistas/